Papa Francisco despede-se após missa com cerca de 70 mil pessoas

Moçambique 07-09-2019 10:30
Por Álvaro da Costa, Maputo

O Papa Francisco deixou no início da tarde desta sexta feira, a capital moçambicana, Maputo, após uma visita de 3 dias.

 

Para trás, o líder da Igreja Católica deixou a alegria , emoção e acima de tudo a esperança de um futuro melhor entre os moçambicanos. A esperança de um futuro risonho, sem guerra e de reconciliação foi uma das principais mensagens que o sumo pontífice foi passando desde a sua chegada a Moçambique na quarta feira e na missa, realizada na manhã desta sexta feira, no estádio nacional do Zimpeto, voltou a referir-se à importância da paz. 

 

Cerca de 70 mil pessoas assistiram a celebração da eucaristia. Nem a chuva afastou crentes e curiosos. Fora do recinto, aglomeraram-se para darem o último aceno ao Papa Francisco que dali seguiu para o aeroporto Internacional de Maputo, onde foi brindado com uma cerimónia de despedida.  

 

Na sua mensagem de paz e reconciliação, o Santo Padre frisou que não é possível construir-se uma nação sólida enquanto houver violência. 

 

O chefe do Vaticano falou ainda sobre o potencial de Moçambique em riquezas naturais e culturais, uma realidade que não se faz sentir na vida da população que vive em condições sub-humanas, uma situação que deve ao elevado índice de corrupção. 

 

O Papa Francisco visita agora Madagáscar, país onde chegou na tarde desta sexta-feira.

 

 

Ler Mais

Últimas Notícias

Mundos