Cabo Verde e Moçambique no mesmo grupo de qualificação

CAN 18-07-2019 19:10
Por Redação

Esta quinta-feira realizou-se o sorteio da qualificação do próximo Campeonato Africano das Nações, em 2021. Recorde-se que Senegal e Argélia vão disputar a final da atual edição esta sexta-feira (20 horas), no Cairo).

 

Cabo Verde, de Rui Águas, e Moçambique, de Abel Xavier, acabaram por ficar sorteados no grupo F, onde vão disputar uma vaga com Camarões e Ruanda; já Angola vai disputar o Grupo D onde defronta a República Democrática o Congo, Gabão e o vencedor da eliminatória entre Djibouti e Gâmbia; com a Guiné-Bissau a entrar em prova no Grupo I com Senegal, Congo e Suazilândia.

 

Por último, São Tomé e Príncipe, a outra seleção lusófona no continente africano, está obrigado a disputar uma pré-eliminatória com as ilhas Maurícias. Em caso de vitória, vai integrar o grupo C com Gana, África do Sul e Sudão.

 

Nota ainda para o Burquina-Faso de Paulo Duarte que está no Grupo B com Uganda, Malawi e o vencedor da eliminatória entre Sudão do Sul e Seyschelles.

 

Confira o sorteio:

 

Grupo A: Mali, Guiné, Namíbia, Libéria/Chade;

Grupo B: Burquina-Faso, Uganda, Malawi, Sudão do Sul/Seyschelles;

Grupo C: Gana, África do Sul, Sudão, São Tomé e Príncipe/Ilhas Maurícias;

Grupo D: República Democrática do Congo, Gabão, Angola, Djibouti/Gâmbia;

Grupo E: Marrocos, Mauritânia, República Centro-Africana, Burundi;

Grupo F: Camarões, Cabo Verde, Moçambique, Ruanda;

Grupo G: Egipto, Quénia, Togo, Ilhas Comoros;

Grupo H: Argélia, Zâmbia, Zimbabwe, Botswana;

Grupo I: Senegal, Congo, Guiné-Bissau e Suazilândia;

Grupo J: Tunísia, Líbia, Tânzania, Guiné-Equatorial;

Grupo K: Costa do Marfim, Níger, Madagáscar, Etiópia;

Grupo L: Nigéria, Benim, Serra Leoa e Lesotho.

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais
Comentários (3)

Últimas Notícias

Mundos