Reserva Especial de Maputo salva elefante bebé que alimenta a biberão

Moçambique 19-05-2019 12:27
Por Lusa

Dar leite de biberão a uma elefante bebé não estava nos planos de Graeme Madsen, mas passou a fazer parte da rotina diária dele e de três colegas desde há 10 dias na Reserva Especial de Maputo (REM).

 

A cria de três meses não tem nome, porque nenhum dos quatro conservacionistas e tratadores quer ficar mais apegada ao animal do que já está.

 

A bebé foi encontrada pela população da aldeia de Zuali, dentro da área protegida, a poucos quilómetros da capital moçambicana, sem sinais da família, nem de caça furtiva, pelo que se suspeita que tenha ficado para trás, abandonada pela manada, diz Natércio Ngovene, chefe de fiscalização da REM.

 

São casos raros, mas com os quais os fiscais às vezes se deparam, e em que a natureza dita a morte precoce de alguns animais, dos quais só restam as carcaças.

 

O animal estava muito fraco e desidratado, com a sentença ditada, até que chegou uma chamada "para o levar para o acampamento principal", relata Natércio.

 

A estada será curta, uma vez que a reserva está a tratar da transferência da bebé elefante para um centro de espécies em risco em Hoedspruit, na África do Sul, onde encontrará um outro elefante da mesma idade.

 

Prevê-se que durante a próxima semana a elefante siga para casa nova, mas com memórias de Moçambique.

Ler Mais

Últimas Notícias