Governo de Cabo Verde pede ao setor privado para investir na saúde

Cabo Verde 09-04-2019 13:15
Por Lusa

O ministro da Saúde cabo-verdiano reconheceu hoje que os recursos alocados ao setor pelo Orçamento do Estado estão longe dos 15% e pediu ao setor privado para explorar melhor as oportunidades de investimento nesta área.

 

Ao discursar na cidade da Praia, na celebração do Dia Mundial da Saúde, que se assinalou no domingo, Arlindo do Rosário disse que o orçamento do ministério tem aumentado nos últimos anos, mas continua "ainda longe" dos 15% assumido pelos Estados africanos.

 

Arlindo do Rosário, que também tutela a Segurança Social, considerou que a comparticipação do Instituto Nacional de Segurança Social (INPS) deverá ser reforçada, através do aumento da cobertura, e indicou "outras fontes de financiamento que poderão ser melhor exploradas".

 

«Falo dos seguros de saúde privados, mas sobretudo da contribuição do setor privado», declarou o ministro, afirmando que o Governo tem promovido o diálogo com o setor privado da saúde para a complementaridade.

 

«Gradualmente, através da melhoria dos canais de comunicação, estamos a chegar a um entendimento de que mais do que competição para ocupação de um mesmo espaço, potencial gerador de conflitos de interesses, é possível explorar espaços complementares de intervenção, numa lógica ‘ganhar-ganhar’ de verdadeira parceria e complementaridade», salientou.

 

 

Ler Mais

Últimas Notícias