Defesa de ex-ministro são-tomense diz que detenção é "ilegal e inconstitucional"

São Tomé e Príncipe 04-04-2019 14:16
Por Lusa

A defesa do ex-ministro das Finanças são-tomense Américo Ramos afirmou hoje que a sua detenção, na quarta-feira pela Polícia Judiciária, é «ilegal e inconstitucional» e disse esperar que o antigo governante seja libertado após o interrogatório de hoje à tarde.

 

Esta atuação da Polícia Judiciária é manifestamente ilegal, inconstitucional e atentatória dos direitos, liberdades e garantias do meu constituinte», afirmou hoje a advogada Celisa Deus Lima, em declarações à Lusa, garantindo: "Vamos reagir veementemente".

 

O ex-ministro das Finanças do anterior Governo, liderado por Patrice Trovoada (partido Ação Democrática Independente, agora na oposição), e atual assessor do Presidente da República, Evaristo Carvalho, foi detido na quarta-feira, ao final da tarde, pela PJ.

Ler Mais

Últimas Notícias