DOMINGO, 25-06-2017, ANO 18, N.º 6357
Foto AP
Brasil
«O Brasil é um dos favoritos a vencer o Mundial-2018» - Kaká
21:33 - 18-05-2017
Kaká, antigo internacional brasileiro que nos dias de hoje joga no Orlando City, da MLS, aplaudiu o trabalho de Tite à frente da seleção brasileira e acredita que a «canarinha» é uma das favoritas a vencer o Mundial 2018.

«Tite está a construir um percurso magnífico, acredito que vão chegar em muito ao posição para levantar a taça na Rússia. Provavelmente o Brasil será um dos principais favoritos, estou muito feliz por ele», comentou Kaká em entrevista à ESPN, relembrando depois os míticos 7-1 de 2014, contra a Alemanha.

«Claro que em 2014 houve o 7-1 e foi um dos piores momentos da história do futebol brasileiro. Mas às vezes é preciso passar pelo pior para chegar ao melhor. Foi mau mas a seleção brasileira está habituada a estes altos e baixos ao longo dos anos», ressalvou o antigo jogador de Milan e Real Madrid.
Redação

comentários

4
Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter
Faça um comentário (máx: 300)
denol
25-05-2017 10:25
a melhor equipe ganha em qualquer territorio
cangosta
20-05-2017 00:57
mapa30: o Brasil ganhou o mundial na suécia e nos EUA...
cangosta
20-05-2017 00:40
que novidade... não só é favorito, como é o principal favorito.
mapa30
19-05-2017 08:14
Duvido, ate pela historia, os campeonatos realizados na Europa sao ganhos por Europeus e fora da Europa por Brazil, Argentina, com excepcao da Espanha que ganhou em Africa, a juntar a historia esta a realidade, o Brazil actual nao tem extrutura para ganhar o mundial.

mais de BRASIL

Brasil O Corinthians recebeu e venceu o Bahia, por 3-0, e continua invicto na liderança do Brasileirão. Jô, Balbuena e Marquinhos Gabriel apontaram os golos do timão, que segue na frente com um ponto de vantagem sobre o Grémio, que também saiu vi
Brasil O médio brasileiro Lucas Lima deixou escapar que vai mudar-se para o Barcelona em janeiro de 2018. Insólito: a ‘confidência’ terá ocorrido durante um jogo de póquer com Neymar e outros amigos. A informação está a ser avançada pelas cadeias televis

destaques