SEGUNDA-FEIRA, 01-05-2017, ANO 18, N.º 6302
Trump vai defrontar o escocês Scott Donaldson, de 22 anos, nas meias-finais
Snooker
Trump bate Hawkins e está nas `meias` em Gales
18:12 - 17-02-2017
O inglês Judd Trump, de 27 anos, quarto do ranking mundial, venceu na tarde desta sexta-feira o compatriota Barry Hawkins, de 37 anos, oitavo da hierarquia, na negra (5-4) do mais aguardado encontro dos quartos de final do Open de Gales, prova da época 2016/17 da World Snooker a decorrer até domingo em Cardiff.

Num jogo emocionante, Barry Hawkins, o falcão (The Hawk), que domingo vencera o World Grand Prix em Preston, ainda recuperou e virou uma desvantagem de 1-3 para 4-3 diante de Trump – que já conquistou o Masters da Europa, em Bucareste, na presente temporada -, mas Judd impôs-se nos dois últimos frames do eletrizante duelo travado na Motorpoint Arena.

O último parcial ficou marcado por falhanços incríveis de parte a parte, com Barry Hawkins a falhar a bola amarela para o meio de forma inacreditável, depois de Trump embolsar com enorme dose de sorte a última vermelha na mesa. Impressionante dramatismo no último frame.

Nas meias-finais, Judd Trump irá defrontar sábado (13 horas locais e em Lisboa) o sensacional escocês Scott Donaldson, de 22 anos, 77.º do ranking, que, no primeiro jogo dos quartos a concluir-se em Cardiff aplicou uma limpeza (5-0) a outro jovem, o chinês Zhou Yuelong, de 19 anos, 40.º da hierarquia.

A partir das 19 horas, concluem-se na Motorpoint Arena os quartos de final, com o número dois mundial (e campeão mundial em 2015), o inglês Stuart Bingham, de 41 anos, a defrontar o compatriota e homónimo Stuart Carrington, de 26 anos, 55.º do ranking.

No outro duelo dos quartos, à mesma hora, o inglês Robert Milkins, de 40 anos, 32.º do ranking, mede forças com o norueguês (nascido em Inglaterra) Kurt Maflin, de 33 anos, 43.º da hierarquia. Quem vencer, sábado, nas meias, terá pela frente um inglês com nome próprio Stuart: ou Bingham, ou Carrington.

Os quartos de final, esta sexta-feira, são jogados à melhor de nove frames, com a vitória a chegar ao quinto (de 5-0 a possíveis 5-4). As meias-finais em Cardiff jogam-se sábado à melhor de 11 frames, com os primeiros a somarem seis vitórias a irem à final (de 6-0 a possíveis 6-5).

A final do Welsh Open, domingo, será jogada à melhor de 17 frames: é campeão do torneio, que tem transmissão televisiva para Portugal (EuroSport) o primeiro a somar nove vitórias (de 9-0 a possíveis 9-8).

O Welsh Open distribui 366 mil libras (429.603 euros) de prémios, das quais 70 mil libras (82.164 euros) ao campeão que suceder ao inglês Ronnie O’Sullivan, vencedor da prova em 2016.

Quartos de final, 6.ª feira (apurados a negro):

Scott Donaldson-Zhou Yuelong, 5-0
Judd Trump-Barry Hawkins, 5-4
Stuart Bingham-Stuart Carrington (19 horas)
Robert Milkins-Kurt Maflin (19 horas)

Meias-finais, sábado (hora local e portuguesa):

Scott Donaldson-Judd Trump (13 horas)
Vencedor do jogo Stuart Bingham/Stuart Carrington-Vencedor do jogo Robert Milkins/Kurt Maflin (19 horas)
António Barroso

comentários

0
Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter
Faça um comentário (máx: 300)

mais de SNOOKER

Snooker O escocês John Higgins, de 41 anos, sexto da hieraquia e tetracampeão mundial (1998, 2007, 2009 e 2011) saiu em vantagem (10-7) das duas primeiras sessões da final do Campeonato do Mundo de Snooker, disputadas este domingo no Crucible Theatre, em She
Snooker O escocês John Higgins, de 41 anos, sexto da hieraquia e tetracampeão mundial (1998, 2007, 2009 e 2011) saiu em vantagem da primeira sessão da final do Campeonato do Mundo de Snooker, disputada na tarde deste domingo no Crucible Theatre, em Sheffield

destaques