QUINTA-FEIRA, 27-04-2017, ANO 18, N.º 6298
Barcelona
«O Barcelona rei da Europa morreu» - Arrigo Sacchi
17:02 - 17-02-2017
Arrigo Sachhi, um dos mais icónicos treinadores da história, acredita que a era do Barcelona como «rei» da Europa está acabada e apontou os sucessores.

«O Barcelona como rei da Europa acabou, morreu e o Real Madrid é o favorito para lhes suceder. Ainda assim, há espaço para aparecer alguém inesperado... Penso que a Juventus poderá ter esse papel. A equipa tem evoluído imenso e, em conjunto com o Real, são os favoritos à vitória na Liga dos Campeões», disse o italiano à Gazzetta Dello Sport/i>, antes de justificar a queda dos catalães.

«Dominaram a Europa durante dez anos, com um estilo de jogo impressionante, autênticas lições de futebol. Agora isso acabou, nem Messi consegue superar os adversários porque a máquina não funciona como um todo. Para recuperarem de um 4-0 (contra o PSG) precisariam de um milagre!»
Redação

comentários

6
Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter
Faça um comentário (máx: 300)
Ghostlíder
18-02-2017 20:07
Rei da Europa...kkkkk...conta outra piada...
Paulof
17-02-2017 20:26
So por ver individuos a tratarem Messi como "Deus", ja se ve a falta de imparcialidade à analise do melhor fo mundo...
crom-messi
17-02-2017 19:38
pq212.sem papas na lingua,doa a quem doer,arrigo sachi sempre disse k considerava messi o melhor desta geraçao.
crom-messi
17-02-2017 19:36
passada a era do messi e do barcelona,com o trono a ficar vazio,o outro ja esta velho demais para dominar durante 10 anos.teve azar de jogar a bola na era do deus messi.e por azar jogou na mesma liga durante anos.sempre em 2º
xtrunf3@gmail.com
17-02-2017 19:32
O plantel foi renovado mas os reforços não conseguem atingir a qualidade e, principalmente, a consistência que tinha Xavi, Dani Alves e até o Iniesta a quem a idade começa a pesar. O ataque é demolidor mas como equipa está uns furos abaixo.
12

mais de BARCELONA

Barcelona O Barcelona deverá apostar na continuidade na próxima época e confiar o cargo de treinador a Juan Carlos Unzué, atual adjunto de Luis Enrique. Relatos oriundos de Espanha, veiculados pelo portal TMW, dão conta de uma «conversa decisiva», nas últim
Barcelona Luis Enrique foi irónico quando instado a projetar o último compromisso do Real Madrid na presente edição da Liga espanhola, no terreno do Málaga, equipa andaluz orientada por Míchel, antiga glória dos merengues. «Se tenho confiança no Málaga? Se

destaques