QUINTA-FEIRA, 29-06-2017, ANO 18, N.º 6361
/
Futebol Americano
Contestação a Trump marca o Super Bowl no quinto título dos Patriots (fotos)
08:33 - 06-02-2017
A contestação ao presidente Donald Trump marcou a 51.ª final do campeonato de futebol americano, na última noite em Houston. Tanto à porta como no interior do estádio NRG, em Houston, assim como durante a transmissão televisiva, mensagens sobre a integração e patriotismo estiveram sempre presentes.

Até o concerto da cantora Lady Gaga, ao intervalo, ficou associado ao momento que se vive nos Estados Unidos, nomeadamente ao ser entoada uma música considerada antifascista, escrita por Woody Guthrie em 1940 (This Land Is Your Land).

Nas bancadas esteve o vice-presidente Mike Pence, enquanto Donald Trump ficou na sua mansão em West Palm Beach (Flórida).

No campo, os New England Patriots conquistaram o quinto título da sua história, vencendo os Atlanta Falcons por 34-28, após prolongamento (o primeiro de sempre na história da final), depois de estarem a perder por 25 pontos.
Redação

comentários

5
Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter
Faça um comentário (máx: 300)
ricfig
06-02-2017 20:10
@lusoamericano, é evento não invento (poderá chamar invento apenas porque é futebol jogado com mãos, e aí sim inventaram),mais visto no mundo também é invento porque 95% da audiência deve ser dos USA, agora mais a sério, no one cares about that in the world
araujojoao
06-02-2017 19:45
LusoA, realmente ele não merece embora não tenha havido contestação visível no jogo. Quanto ao evento desportivo mais visto no mundo, deves andar a beber o "cool-aid" errado. Nem chega aos calcanhares da final do campeonato da Europa (quanto mais do mundo!). Mas... we're the best ;-)
PaulUSA
06-02-2017 15:48
Nao sou fan do Trump mas a noticia e mentira. Nao houve contestação ao presidente Donald Trump. Ho 2 ou 3 commerciais a favor da imigracao e foi so. E mais o Presidente raramente vai ao Superbowl.
Lusoamericano
06-02-2017 15:11
Duas linhas para falarem do invento desportivo mais visto no mundo. Três linhas a darem atênção a quem não merece. Com a minha educação apenas digo, e assim se fez a mais incrivel história futebol americano.
armando30
06-02-2017 13:30
não deixa de ser irónico, contestação na final ganha pela equipa de um dos mais famosos apoiantes (tom brady) do "abóbora"

mais de FUTEBOL AMERICANO

Futebol Americano Durante uma partida da Legendes Football League, nos Estados United, Shea Norton, dos Seattle Mist, fez um touchdown e depois festejou de forma... diferente.
Futebol Americano Após quatro anos a jogar nos Green Wave, equipa da Universidade de Tulane, Nico Marley, neto do ícone musical e social Bob Marley vai mesmo jogar na NFL. Nico estava sem clube e foi contratado pelos Washington Redskins.

destaques