DOMINGO, 25-06-2017, ANO 18, N.º 6357
Matosinhos
Rottweiler que atacou criança poderá trabalhar com PSP ou GNR
17:29 - 16-05-2017
O cão de raça Rottweiler que em abril atacou uma criança, em Matosinhos, vai ser entregue a uma equipa cinotécnica policial caso vingue uma proposta do veterinário municipal ao Ministério Público.

Após o período de quarenta a que o animal esteve sujeito no canil municipal, o veterinário propôs ao Ministério Público (MP) a sua entrega à PSP ou GNR.

A 25 de abril, uma criança de quatro anos foi atacada por um cão de raça Rottweiler, em Matosinhos, tendo sido transportada para o Hospital de São João, no Porto, onde foi submetida a duas cirurgias.
Redação

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais do dia

Revista de Imprensa «Só no verão, a GNR recebe uma média de 38 queixas por dia de violência doméstica, totalizando quase 40% das registadas no ano inteiro. Os maus-tratos ocorrem mais aos fins de semana e às segundas-feiras, normalmente a partir do final da tarde, muitas vezes com crianças a assistir. As tendências estão expressas no Relatório da Atividades de 2016 da força policial», conta o Jornal de Notícias.
Revista de Imprensa «Durante um século, Portugal foi um dos países do mundo onde a floresta mais cresceu. Nos últimos 25 anos, Portugal foi um dos países do mundo que mais floresta destruiu. O sonho dos anos 1980 previa um futuro onde a natureza e a economia se sustentariam. Hoje não sabemos como travar o pesadelo», conta o Público.
Revista de Imprensa «A estratégia do Governo face ao apuramento do que de facto se passou nos incêndios de Pedrógão Grande e de Góis e quais e de quem são as reais responsabilidades é que essa avaliação seja feita integralmente pela comissão independente de investigação que a Assembleia da República virá a nomear e que foi proposta pelo PSD», conta o Público.

destaques