SEGUNDA-FEIRA, 23-01-2017, ANO 17, N.º 6204
/
Lisboa
Apoiar ‘jovens de rua’ através do desporto (com fotos)
18:12 - 09-11-2016
São seis, não vivem na rua, o mesmo que dizer que têm abrigo - mas estão em situação de fragilidade social -, e foram os escolhidos, entre 900 candidatos que participaram no Torneio Nacional de Futebol de Rua, que percorreu, em setembro, 16 distritos e duas regiões autónomas.

Esta terça-feira foi apresentada, na Sala dos Campeões Europeus, no Estádio da Luz, a seleção portuguesa que vai participar na primeira edição do Europeu de Futebol de Rua, que vai decorrer em Manchester (Inglaterra), entre os dias 13 e 17 de novembro.

Presentes na cerimónia estiveram Nuno Laurentino, assessor do Secretário de Estado da Juventude e do Desporto (João Paulo Rebelo), Jorge Miranda, diretor da Fundação Benfica, Gonçalo Santos, coordenador do Projeto Futebol de Rua da Associação CAIS, Maria da Conceição Cordeiro, diretora executiva da CAIS e Paula Portugal, diretora de relações públicas da Central de Cervejas.

Numa parceria entre a Associação CAIS, Fundação Benfica, não esquecendo os restantes «patrocinadores», foram apresentados os seis jogadores que vão representar Portugal em Inglaterra, sob o comando de Francisco Seita e Nuno Seco.

Carlos Fernandes (Madeira), Daniel Fiado (Coimbra),
Emanuel Coxi (Seixal), Fábio Nunes (Olhão), Igor Correia (Gondomar) e Ronaldo Medeiros (Açores): são eles que vão defender as cores nacionais, que conquistou, com outro elenco, um honroso quinto lugar no último Campeonato do Mundo de Futebol de Rua, que decorreu em Glasgow, Escócia, no passado mês de julho.

O estágio de preparação arrancou a 7 de novembro, no Estádio da Luz, e incluiu, além dos habituais treinos… treinos de competências pessoais e sociais e atividades culturais e recreativas, incluindo visitas ao balneário do Benfica e à sala de troféus do clube da águia. Para que lhes sirva de inspiração, afinal estão a estagiar na casa do tricampeão nacional.

Mas mais importante do que o lugar que venham a alcançar em Manchester, «estimular a capacitação de pessoas em situação de fragilidade e exclusão social no desenvolvimento de competências pessoais e sociais através da prática de desporto é o grande objetivo», como fez questão de destacar Gonçalo Santos.

Uma curiosidade: a cerimónia terminou com a entrega, por parte de Domingos Lima, vice-presidente do Benfica, da camisola oficial que a seleção de futebol de rua vai vestir na cidade onde Cristiano Ronaldo deixou a marca de Portugal, sempre sob o olhar atento… da águia Vitória.

(Fotos António Azevedo/ASF)
Jorge Santos Carvalho

Imprimir Enviar e-mail Facebook Twitter

mais do dia

Política O XVI Congresso Regional do PSD/Madeira reconduziu Miguel Albuquerque na liderança do partido por mais dois anos ao votar, por unanimidade, a sua moção de estratégia global. Miguel Albuquerque venceu, sem qualquer opositor, as eleições internas que se realizaram a 9 de dezembro de 2016, nas quais foi reeleito com 98,2% dos votos: 2850 dos 2901 militantes que exerceram o seu direito de escolha. O líder eleito do PSD/Madeira era o único subscritor da única moção de estratégia global aprese
Lisboa Um navio com bandeira do Panamá que encalhou este domingo à tarde na foz do rio Tejo, já está ‘livre’, depois de um rebocador retirá-lo, por volta das 19.00 horas, informou fonte da polícia marítima. O navio não está carregado e tem a bordo uma tripulação de 14 pessoas, entre as quais alguns portugueses, mas maioritariamente filipinas.
Política O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, confirmou, este domingo, que é favorável à solução da descida da Taxa Social Única (TSU) para os patrões. «Com certeza. Defendi-a publicamente. Era um sinal, para as empresas, Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), misericórdias e um recado em termos de investimento privado», disse. Na primeira entrevista televisiva desde que foi eleito, a 24 de janeiro de 2016, Marcelo Rebelo de Sousa recorda que «se se chegou a um a

destaques