Day e Ebdon na grande batalha pelo Crucible

Snooker 16-04-2018 23:37
Por António Barroso
O galês Ryan Day, de 38 anos, 17.º do ranking, assegurou esta segunda-feira a passagem à 3.ª e última ronda de qualificação do Mundial, ao vencer o inglês Mitchell Mann por 10-1, em jogo da 2.ª ronda do qualifying, que se iniciou dia 11 e irá terminar quarta-feira, dia 18 do corrente mês, no English Institute of Sport, em Sheffield (Inglaterra).

Prestação impressionante do galês, vencedor de três provas da época 2017/18 da World Snooker (Masters de Riga, Open de Gibraltar e Masters da Roménia): após o 10-2 a Igor Figueiredo (Brasil) na 1.ª ronda, só concedeu um frame no seu segundo jogo… e acabou o duelo desta segunda-feira numa só sessão: não precisou da noturna.

Por um lugar no Crucible, e nos 16avos de final do Mundial, Ryan Day irá esgrimir argumentos, na 3.ª e decisiva ronda, com outro inglês, mas este um campeão mundial, em 2002: Peter Ebdon, veterano de 47 anos, 49.º da hierarquia, que bateu Robbie Williams por 10-5 e sonha também com o Crucible.

Noutro dos duelos que criam maior expetativa na ronda decisiva, O iraniano Hossein Vafaei, de 23 anos, 47.º do ranking, será o rival do escocês Stephen Maguire, 18.º do ranking, no último jogo das qualificações, depois de o vencedor do último Lisbon Open (dezembro de 2014) se ter, esta segunda-feira, desembaraçado do paquistânes Hammad Miah (10-4).

O chinês Liang Wenbo, o galês Michael White e o inglês Jack Lisowski foram outros favoritos a passar à 3.ª ronda da qualificação, ao contrário do seis vezes vice-campeão mundial, Jimmy White, de 55 anos, batido pelo 22.º da hierarquia, o seu compatriota inglês Joe Perry, de 43 anos.

Perry travará com o seu compatriota inglês Mark Davis, que nem um frame concedeu nesta ronda ante Michael Georgiou (limpeza, 10-0) e que na ronda anterior cilindrara Sanderson Lam (10-1), outro despique que promete na qualificação.

Atenções ao duelo de velhas raposas, terça-feira e quarta-feira, pelo Crucible: Matthew Stevens, galês, de 40 anos, 52.º do ranking e duas vezes vice-campeão mundial (2000 e 2005), ante o campeão mundial de 1997, o irlandês Ken Doherty, de 48 anos, 77.º da hierarquia.

Esta segunda-feira fica completo o quadro de 32 jogadores que na terça-feira e quarta-feira, dias 17 e 18 do corrente mês, irá discutir, em 16 jogos, outras tantas vagas nos 16avos de final do Mundial, ainda e sempre em Sheffield, mas já no Crucible Theatre, a partir do próximo dia 21.

O Judgement Day, quarta-feira, dia 18, com a decisão dos 16 lugares do qualifying nas derradeiras segundas sessões dos 16 encontros – oito a iniciarem-se às 11 horas, outros tantos às 17 horas – terá direito, anunciou a World Snooker, a transmissão televisiva direta pela página da instituição na rede social Facebeook.

Os jogos continuam a ser à melhor de 19 frames - de 10-0 a possíveis 10-9 – para se juntarem ao top 16, que teve direta nos 16avos de final da prova maior do calendário, que fecha a época 2017/18 da World Snooker, e que irá decorrer de dia 21 a 7 de maio.

Mark Selby, Ronnie O’Sullivan, Ding Junhui, Judd Trump, John Higgins, Barry Hawkins, Mark Williams, Shaun Murphy, Kyren Wilson, Neil Robertson, Marco Fu, Stuart Bingham, Luca Brecel, Anthony McGill, Ali Carter e Mark Allen esperam pelos rivais vindos do qualifying,

O sorteio dos adversários de Selby, O’Sullivan e dos outrs 14 primeiros do ranking será na manhã (10 horas) de quinta-feira, dia 19 – também transmitido em direto pela World Snooker no Facebook - uma vez concluídas quarta-feira, dia 18, as qualificações, no English Institute of Sport, em Sheffield.

Camisolas de clubes proibidas e bilhetes para 2019 mais cedo no Crucible

O Mundial é a última prova da época 2017/18 da World Snooker e distribui 1,968 milhões de libras de prémios (2,27 milhões de euros), das quais 425 mil libras (490.463 euros) ao campeão. O inglês Mark Selby venceu as duas últimas edições (2016 e 2017), no Teatro dos Sonhos, o Crucible.

Nota ainda para a comunicação da World Snooker a propósito do vestuário: se eram célebres os adeptos que, ano após anos, se sentavam nas cadeiras do Crucible com as camisolas dos seus clubes (dois adeptos, com as cores do Sheffield Wednesday e do Coventry, nunca falhavam,..), no Mundial-2018 tal já não será permitido: agora há dress code para ir ao teatro, ver… snooker.

Fica também o alerta: a venda de bilhetes dos 908 lugares do Crucible para cada uma das 49 sessões do Mundial-2019, e são 15 dias com três sessões, dois dias com apenas duas, nos 17 dias de prova - com cinco fases (16avos de final, duas sessões cada jogo, oitavos e quartos com três sessões cada duelo, meias e final jogadas já em quatro sessões cada embate – terá início na manhã (10 horas) de 6 de maio, domingo… para quem for a Sheffield, à bilheteira do teatro.

A comercialização de ingressos online só se inícia no dia seguinte, 7 de maio (segunda-feira), para os demais interessados, em todo o Mundo. Ou seja, um dia depois. É bom lembrar que a quarta e última sessão da final, a mais cara (por ser a da decisão do campeão) é sempre a primeira a esgotar.

Qualificação do Mundial, 2.ª ronda, jogos desta 2.ª feira (apurados a negro):

Lee Walker-Ricky Walden, 7-10
Yan Bingtao-Tian Pengfei, 9-10
David Gilbert-Alfie Burden, 9-10
Ryan Day-Mitchell Mann, 10-1
Adam Stefanów-Thepchaiya Un-Nooh, 4-10
Zhang Anda-Martin Gould, 10-4
Liang Wenbo-Zhao Xintong, 10-5
Rory McLeod-Li Hang, 10-9
Matthew Selt-Adam Duffy, 6-10
Mei Xi Wen-Xiao Guodong, 4-10
Michael Holt-Elliot Slessor, 10-7
Robert Milkins-Scott Donaldson, 10-8
Hammad Miah-Stephen Maguire, 4-10
Noppon Saengkham-Hossein Vafaei, 5-10
Jack Lisowski-David Grace, 10-3
Lyu Haotian-Martin O`Donnell, 10-9
Stuart Carrington-Ben Woollaston, 10-8
John J. Astley-Michael White, 7-10
Tom Ford-Liam Highfield, 6-10
Robbie Williams-Peter Ebdon, 5-10
Sam Baird-Jimmy Robertson, 7-10
Yu De Lu-Jamie Jones, 7-10
Zhou Yuelong-Daniel Wells, 8-10
Alan McManus-Oliver Lines, 8-9 (em curso)

3.ª e última ronda de qualificação para o Mundial:

Stuart Carrington-Zhang Anda (3.ª e 4.ª, 11 horas)
Graeme Dott-Mike Dunn (3.ª e 4.ª, 11 horas)
Michael Holt-Robert Milkins (3.ª e 4.ª, 11 horas)
Matthew Stevens-Ken Doherty (3.ª e 4.ª, 11 horas)
Andrew Higginson-Ricky Walden (3.ª e 4.ª, 11 horas)
Mark Davis-Joe Perry (3.ª e 4.ª, 11 horas)
Tian Pengfei-Chris Wakelin (3.ª e 4.ª, 11 horas)
Alfie Burden-Thepchaiya Un-Nooh (3.ª e 4.ª, 11 horas)
Ryan Day-Peter Ebdon (3.ª e 4.ª, 17 horas)
Daniel Wells-Liam Highfield (3.ª e 4.ª, 17 horas)
Adam Duffy-Xiao Guodong (3.ª e 4.ª, 17 horas)
Rory McLeod-Lyu Haotian (3.ª e 4.ª, 17 horas)
Liang Wenbo-Jamie Jones (3.ª e 4.ª, 17 horas)
Jack Lisowski-Vencedor do jogo Alan McManus/Oliver Lines (3.ª e 4.ª, 17 horas)
Jimmy Robertson-Michael White (3.ª e 4.ª, 17 horas)
Hossein Vafaei-Stephen Maguire (3.ª e 4.ª, 17 horas)
Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais