Operação Lex: Rangel e Galante já conhecem medidas de coação

Justiça 14-02-2018 18:49
Por Redação
Os juízes desembargadores Rui Rangel e Fátima Galante ficaram a conhecer, esta quarta-feira, as medidas de coação aplicadas pelo Tribunal da Relação de Lisboa.

Os dois arguidos continuarão suspensos de funções, já imposta pelo Conselho Superior de Magistratura, e ficam com o termo de identidade e residência no âmbito da Operação Lex.

Rui Rangel está indiciado, segundo o seu advogado, pelos crimes de tráfico de influência, branqueamento de capitais e fraude fiscal. João Nabais adiantou, ainda, aos jornalistas que o seu cliente não está indiciado pela prática dos crimes de corrupçºao e recebimento indevido de vantagem.

O juiz desembargador está ainda proibido de contactar com alguns dos restantes arguidos, que o advogado não divulgou quais, e está também obrigado a pedir autorização às autoridades cada vez que se quiser ausentar do país, uma vez que o juiz tem dupla nacionalidade: portuguesa e angolana.
Ler Mais

Últimas Notícias

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais