A história do craque chinês que afinal é um impostor

China 06-02-2018 16:59
Por Redação
Zhang Xiuwei é um médio da equipa chinesa do Tianjin Quanjian, liderada pelo antigo internacional Fábio Cannavaro, e que nos últimos tempos tem alimentado alguma polémica na China.

Considerado um craque, que brilhou na última época e terá lugar reservado na seleção chinesa, Xiuwei viu-se no meio de uma controvérsia que está a ser analisada pela Federação de Futebol Chinesa e que surgiu depois de um acidente de automóvel, que envolveu vários veículos e no qual o jogador foi apanhado com taxa elevada de álcool no sangue.

Na sequência da investigação ao acidente, descobriu-se que, afinal, Xiuwei tem o passado manchado por uma segunda identidade, uma realidade paralela que poderá não ter consequências desportivas, mas está a levantar polémica e questões, pelo menos éticas.

O bilhete de identidade do jogador diz que ele nasceu a 13 de janeiro de 1996, pelo que jogou na liga chinesa inscrito como sub-23. O problema é que as autoridades descobriram que, quando criança, e para que pudesse entrar na escola antes da idade exigida e legal, os pais alteraram-lhe a identidade: mudaram o nome para Zhang Jixuan e a data de nascimento para 13 de janeiro de 1994.

Mais tarde, na adolescência e apercebendo-se que o filho teria futuro no futebol, os pais resolveram ‘rejuvenescer’ o documento, devolvendo o nome e a idade originais e verdadeiros. A questão é que, nos registos da federação de futebol, enquanto infantil, aparece ainda Zhang Jixuan, nascido em 1994.

A questão está a ser analisada, assim como o enquadramento legal a dar a este problema. Empolado, ainda, pelo aparato do acidente e o exemplo que a federação pretende dar para os jovens jogadores chineses, especialmente quando atingem categoria de internacionais.
Ler Mais
Comentários (8)

Últimas Notícias

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais