Farmácias angolanas proibidas de vender antibióticos sem receita

Angola 13-01-2018 11:48
Por Lusa
O Ministério da Saúde angolano ordenou às farmácias do país a proibição de dispensa de vários medicamentos, nomeadamente antibióticos, sem receita médica, de forma a travar a automedicação da população.

A informação consta de um despacho de final de dezembro, assinado pela ministra da Saúde, Sílvia Lutukuta, proibindo expressamente a venda, sem receita médica, de antibióticos, incluindo tuberculostáticos e os de terceira geração, Misoprostol, Sildenafil, Tadalafil e Vardenafil, além de psicotrópicos.

O documento, a que a Lusa teve hoje acesso, refere a "existência de práticas generalizadas de automedicação por parte da população" e "tendo em conta os riscos inerentes ao uso inadequado dos medicamentos" para a saúde humana.
Ler Mais

Últimas Notícias

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais