Presidente da FIFA diz que seria injusto Messi retirar-se sem ganhar um Mundial

Argentina 09-10-2017 17:03
Por Redação
O presidente da FIFA, Gianni Infantino, disse hoje que «seria injusto» Lionel Messi retirar-se sem ter ganhado um Mundial e assegurou que o capitão da seleção argentina é um dos «atores principais e absolutos do futebol atual.»

Em entrevista ao diário ´La Nacion` da Argentina, Infantino afirmou que Messi «é extraordinário» e que tal como Maradona «marcou uma época.»

«Os anos 80 e 90 foram de Maradona, estes últimos dez foram de Messi. Maradona ganhou um Mundial. Messi tem de ganhar um também», reforçou o presidente da FIFA.

Quando questionado se seria uma injustiça Messi retirar-se do futebol sem uma Copa do Mundo, Infantino respondeu sem hesitação: «Sim, seria injusto. É certo que só ganha um Mundial quem o merece. É preciso ver quem o merece mais em 2018 e 2022. Há muitos grandes jogadores que não ganharam um Mundial, há muitos jogadores que não foram tão grandes que o ganharam. É isso a beleza do futebol.»

«Messi é um dos atores principais e absolutos do futebol de hoje, alguém que namora a bola e joga de forma absolutamente incrível», disse Infantino, que não se esqueceu de Maradona, estando ele a ser entrevistado para um órgão de comunicação argentino.
Ler Mais
Comentários (28)

Destaques

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais