Pyongyang estende ameaça a Tóquio e Seul após novas sanções

Coreia do Sul 14-09-2017 11:00
Por Redação
A Coreia do Norte estendeu a sua ameaça nuclear ao Japão e à Coreia do Sul, acusando-os de serem «ardentes» apoiantes dos Estados Unidos na nas novas sanções a Pyongyang.

O regime norte-coreano acredita ser necessário «infligir um golpe» aos japoneses, que «não entraram nos eixos», nem mesmo depois de um míssil intercontinental ter sobrevoado o arquipélago, cujas ilhas «deviam ser afundadas pela bomba nuclear Juché [a ideologia oficial norte-coreana de autossuficiência]», disse um porta-voz do Comité norte-coreano para a Paz da Ásia-Pacífico num comunicado reproduzido na noite de quarta-feira pela agência KCNA.

O comité norte-coreano também se manifestou contra o governo de Seul, que acusou de ser um grupo de «traidores» e de «cães dos Estados Unidos» por terem pedido sanções mais duras contra os seus «compatriotas».
Ler Mais

Destaques

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais