Vuelta: Froome mostra força, Nélson Oliveira sobe para 11.º lugar

Ciclismo 16:18
Por Redação
O francês Julian Alaphilippe venceu este sábado a oitava etapa da Volta a Espanha, entre Hellin e Xorret de Cati, 199,5km com uma montanha de primeira categoria a poucos quilómetros da meta.

O final da etapa foi empolgante, com uma demonstração de força por parte do camisola vermelha, Chris Froome. Nélson Oliveira integrou uma fuga que o colocou como líder virtual, mas acabou por saltar do 22.º para o 11.º lugar da geral.

Voltando ao final de etapa, Froome atacou no terceiro grupo perseguidor a 3,500 km da meta, a dois minutos do grupo 1, Alberto Contador seguiu-o durante alguns segundos; a menos de 2 km continuou sozinho atrás do grupo perseguidor, mas Contador recuperou na descida e os dois fizeram-na praticamente lado a lado.

Alaphilippe venceu com o tempo de 4h37,55, à frente de Jan Polanc e Rafal Majka; Nélson Oliveira cortou a meta em quinto, a 28 segundos de Alaphilippe. Contador e Froome cortaram a meta em 13.º e 14.º respetivamente, a 1m27 do vencedor.

Rui Costa chegou em 46.º, com mais 4m55, Ricardo Vilela foi 122.º a 14m45 e Rafael Reis foi 131.º com mais 16m30 que Alaphilippe.

Na geral, Froome continua a liderar com 32h26.13, e ganhou tempo aos principais concorrentes - o colombiano Esteban Chaves, que estava a 11 segundos, ficou a 28, por exemplo. Nélson Oliveira está a 2.03m e é agora o ciclista português mais bem colocado. Rui Costa desceu para 23.º a 4m55, Ricardo Vilela também desceu, para 46.º, com mais 25m33 segundos que Froome. Rafael está no 149º posto, a 1h12.17.
Ler Mais
Comentários (0)

Destaques

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais